Linguagens de programação e seus salários para 2020

Se tem um setor que não foi tão afetado pela pandemia do novo coronavírus foi o setor digital/tecnologia, que continua com alta demanda no mercado de trabalho, em especial nas áreas de segurança da informação e ciência de dados.

As linguagens de programação são muitas hoje em dia e nesta matéria, iremos abordar as principais linguagens e os seus respectivos salários no ano de 2020.

Uma tendência que aparece em alta no ranking do linkedin de profissões em alta, Python se destaca para este ano. Outras linguagens por consultorias de recrutamente no Brasil eram o Node.js, Java e .NET.

O site Business insider divulgou uma lista com os maiores salários do mundo, usando o ranking da empresa HackerRank. O relatório da Hacker Rank sobre as habilidades dos desenvolvedores em 2020, mostra que 14% dos recrutadores não buscam uma linguagem específica para contratar.

Penso que todos já sabem e esta bem manjado que JavaScript é a linguagem mais buscada no mundo toda, cerca de (53%), seguindo por Python com (49%) e Java com (44%).

Confira abaixo as linguagens de programação com os salários mais altos do mundo:

C++

Salário médio anual no mundo: US$55.363,10

JavaScript

Salário médio anual no mundo: US$ 55.690,00

Python

Salário médio anual no mundo: US$ 56.670,90

TypeScript

Salário médio anual no mundo: US$ 57.433,70

Kotlin

Salário médio anual no mundo: US$ 58.196,60

C#

Salário médio anual no mundo: US$ 58.469,10

Prolog

Salário médio anual no mundo: US$ 60.648,70

R

Salário médio anual no mundo: US$ 61.629,60

Pascal

Salário médio anual no mundo: US$ 62.773,90

Swift

Salário médio anual no mundo: US$ 65.171,50

Objective-C

Salário médio anual no mundo: US$ 66.697,30

Ruby

Salário médio anual no mundo: US$ 72.146

Go

Salário médio anual no mundo: US$ 72.691,30

Scala

Salário médio anual no mundo: US$ 77.159,60

Perl

Salário médio anual no mundo: US$ 84.025,50

Esta matéria foi retirada do site: Exame
Veja também em nosso site sobre o porque você deve ter Power Bi em sua empresa!

Deixe uma resposta